Agora Cursos

Convênio com instituições de ensino superior

Perguntas frequentes sobre as instituições de ensino superior (ies) e seus respectivos cursos

  • Você até pode ouvir um monte de siglas para os nomes das instituições de ensino superior, mas a verdade é que só existem três tipos delas no brasil: as universidades, os centros universitários e as faculdades.

    Universidade
    As universidades devem oferecer, obrigatoriamente, atividades de ensino, de pesquisa e de extensão (serviços ou atendimentos à comunidade) em várias áreas do saber.
    Elas têm autonomia e podem criar cursos sem pedir permissão ao MEC. As federais são criadas somente por lei, com aprovação do Congresso Nacional. Os particulares podem surgir a partir de outras instituições como centros universitários. Os requisitos mínimos são os seguintes:
    Um terço do corpo docente, pelo menos, deve ter título de mestrado ou doutorado. Quanto maior a titulação dos professores, mais tempo de pesquisa e mais experiência para transmitirem aos estudantes.
    Um terço do professorado deve ter contrato em regime de tempo integral - esses são os profissionais que costumam oferecer maior dedicação à instituição. Quando um docente é contratado para poucas aulas, normalmente, tem menos tempo para atender os universitários e para desenvolver projetos de pesquisa e extensão. Desenvolver, pelo menos, quatro programas de pós-graduação stricto sensu (mestrado e doutorado) com boa qualidade - um deles deve ser de doutorado.

    Centro Universitário
    Os centros universitários, assim como as universidades, têm graduações em vários campos do saber e autonomia para criar cursos no ensino superior. Em geral, são menores do que as universidades e têm menor exigência de programas de pós-graduação. No entanto, há algumas regras que eles precisam cumprir:
    Ter, no mínimo, um terço do corpo docente com mestrado ou doutorado.
    Ter, pelo menos, um quinto dos professores contratados em regime de tempo integral (observe que o percentual é menor do que o exigido nas universidades).

    Faculdades
    As faculdades são instituições de ensino superior que atuam em um número pequeno de áreas do saber. Muitas vezes, são especializadas e oferecem apenas cursos na área de saúde ou de economia e administração, por exemplo.
    Outra diferença para os centros universitários e universidades é a seguinte: quando uma faculdade pretende lançar um curso, ela tem de pedir autorização do Ministério da Educação - ou seja, não tem autonomia para criar programas de ensino. Contudo, as faculdades devem cumprir uma exigência:
    O corpo docente tem de ter, no mínimo, pós-graduação lato sensu – normalmente menores do que os mestrados e doutorados.

  • Graduação é como é chamado o curso de ensino superior, sendo o primeiro nível da formação universitária. A licenciatura é um modelo decurso voltado para a Formação de professores, e o currículo conta com boa parte das disciplinas do bacharelado mais cadeiras específicas de pedagogia.

  • Ao sair do ensino médio, além de ter que se preocupar que curso fazer, o estudante precisa ter em mente que tipo de curso pretende seguir. Há quatro opções de graduação: bacharelado, licenciatura, curso sequencial e curso tecnológico. A principal diferença, além do conteúdo, é o tempo que o aluno passa estudando: enquanto um bacharelado leva, em média, quatro anos para ser concluído, um curso tecnológico pode levar dois.
    O bacharelado, segundo o MEC (ministério da educação), é o curso superior que “confere ao diplomado competências em determinado campo do saber para o exercício de atividade acadêmica ou profissional”. A licenciatura, por sua vez, prepara o estudante para dar aula como professor na educação básica.
    Os dois costumam dividir boa parte do currículo, mas quem prefere a licenciatura pode ter matérias específicas, mais focadas em aspectos pedagógicos. Para dar aula nos anos finais dos ensinos fundamental e médio, o estudante precisa ter cursado uma área do conhecimento, como matemática, Física ou letras. Um aluno formado em engenharia, por exemplo, não pode dar aula de química.
    O tempo de curso, seja bacharelado ou licenciatura, depende de cada instituição de ensino superior, mas, em média, um bacharelado leva quatro anos –período que pode ser ligeiramente maior no segundo caso. Os dois fornecem diploma.

  • A pós-graduação é um sistema de formação integrado às instituições de ensino superior – ies, que implica em um conjunto de atividades voltadas para o ensino e a investigação científica, oferecendo condições para o aperfeiçoamento cultural, técnico-científico e profissional, no sentido de possibilitar o aprofundamento dos conhecimentos, para a formação de recursos humanos e para o desenvolvimento da sociedade.

  • A pós-graduação compreende programas no stricto sensu, composto pelos mestrados, doutorado e pelo lato sensu, composto pela especialização, MBA, aperfeiçoamento e outros, abertos a candidatos que atendam aos requisitos legais.

  • A pós-graduação lato-sensu objetiva a formação de graduados possibilitando o aprofundamento e o aprimoramento de conhecimentos acadêmicos e técnico-profissionais, em campos específicos do saber.
    A pós-graduação lato-sensu compreende cursos de complexidade e objetivos específicos com características particulares: especialização, aperfeiçoamento e master business administration (mba) ou equivalentes.
    A especialização viabiliza a formação didático-científica em uma dada área.
    O aperfeiçoamento e o MBA são cursos que visam mais a formação e o aperfeiçoamento técnico em áreas específicas.

  • Os objetivos gerais dos programas de pós-graduação são:
    Capacitar docentes e pesquisadores;
    Preparar profissionais para atuarem em áreas específicas;
    Estimular e desenvolver atividades de pesquisa avançada com finalidade científica, didática e profissional e contribuir para o desenvolvimento sociocultural e científico assegurando melhor qualidade de vida.

  • Sim, são regulamentados através da resolução do ministério da educação, câmara de educação superior do conselho nacional de educação – CNE/CES nº. 01 de 8 de junho de 2007 publicada no diário oficial da união – dou -nº 109.

  • Em princípio não. Os cursos de pós-graduação são desenhados somente para os graduados.

  • Sim. A universidade, cujo funcionamento foi autorizado pelo decreto, tem a prerrogativa, com o status de universidade a promover cursos de pós lato sensu em todas as áreas do conhecimento e em qualquer cidade do brasil.